terça-feira, 25 de agosto de 2009

PROVAS DO FALSO BATISMO NO ESPÍRITO SANTO!


Este assunto é apenas para os que crêem que possa haver falsas manifestações do Espírito Santo. Se você não crê que Satanás possa se transformar num anjo de luz e os seus ministros em ministros de justiça, não perca seu tempo.

Para reconhecer o falso batismo precisamos conhecer o verdadeiro!

PROVAS DO GENUÍNO BATISMO DO ESPÍRITO SANTO

Atos 10.44,45 “E, dizendo Pedro ainda essas palavras, caiu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra. E os fiéis que eram da circuncisão, todos quantos tinham vindo com Pedro, maravilharam-se de que o dom do Espírito Santo se derramasse também sobre os gentios.”

As Escrituras ensinam que o crente deve examinar e provar tudo o que se apresenta como sendo da parte de Deus.

“Examinai tudo. Retende o bem.” (1 Ts 5.21)

“E falem dois ou três profetas, e os outros julguem.” (1 Co 14.29)

"Amados não creias em todo espírito, mas provai se os espíritos são de Deus” (1 Jo 4.1)

seguem-se alguns princípios bíblicos para provar ou testar se é de Deus um caso declarado de batismo no Espírito Santo.

(1) O autêntico batismo no Espírito Santo levará a pessoa a amar, exaltar e glorificar a Deus Pai e ao Senhor Jesus Cristo mais do que antes:
“Mas, quando vier aquele Espírito da verdade, ele vos guiará em toda a verdade, porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará o que há de vir. Ele me glorificará, porque há de receber do que é meu e vo-lo há de anunciar.(Jo 16.13,14)
“e cretenses, árabes, todos os temos ouvido em nossas próprias línguas falar das grandezas de Deus... Saiba, pois, com certeza, toda a casa de Israel que a esse Jesus, a quem vós crucificastes, Deus o fez Senhor e Cristo.(At 2.11,36);
“E, dizendo Pedro ainda estás palavras, caiu o Espírito Santo sobre todos os que ouviam a palavra. E os fiéis que eram da circuncisão. Todos quanto tinham vindo com Pedro, maravilharam-se que o dom do espírito Santo se derramasse também sobre os gentios. Porque os ouviam falar em línguas e magnificar a Deus” (At 10.44-46).
Quantos dos nossos crentes e de nossos líderes atuais amam, exaltam e glorificam a Deus Pai e ao Senhor Jesus Cristo mais do que a si mesmo, e a seus ministérios?

(2) O verdadeiro batismo no Espírito Santo aumentará a convicção da nossa filiação com o Pai celestial:
“E, estando com eles, determinou-lhes que não se ausentassem de Jerusalém, mas que esperassem a promessa do Pai, que (disse ele) de mim ouvistes.” (At 1.4);
“Porque não recebeste o espírito de escravidão, para, outra vez, estardes em temor, mas recebestes o espírito de adoção de filhos, pelo qual clamamos: Aba,Pai.o mesmo Espírito testifica com o nosso espírito que somos filhos de Deus” (Rm 8.15,16),
levará a uma maior percepção da presença de Cristo em nossa vida diária:
“E eu rogarei ao Pai, e ele vós dará outro consolador, para que fique convosco para sempre,... Jesus respondeu e disse-lhe: Se alguém me ama, guardará a minha palavra, e meu Pai o amará, e viremos para ele e faremos nele morada... Mas, quando vier o Consolador, que eu da parte do Pai vos hei de enviar, aquele Espírito da verdade, que procede do Pai, testificará de mim.” (Jo 14.16,23; 15.26)
e aumentará o clamor da alma “Aba Pai”!:
“E, porque sois filhos, Deus enviou aos nossos corações o Espírito de seu Filho, que clama: Aba, Pai.” (Gl 4.6).
por sua vez, um batismo no Espírito Santo que não leva a uma maior comunhão com Cristo e a uma mais intensa comunhão com Deus como nosso Pai não vem dEle.
Então, vem de quem o que está acontecendo na maioria de nossas igrejas?


(3) O real batismo no Espírito Santo aumentará nosso amor e apreço pelas Escrituras. O Espírito da verdade:
“o Espírito da verdade, que o mundo não pode receber, porque não o vê, nem o conhece; mas vós o conheceis, porque habita convosco e estará em vós.” (Jo 14.17),
que inspirou as Escrituras:
“Toda Escritura divinamente inspirada é proveitosa para ensinar, para redargüir, para corrigir, para instruir em justiça” (1Tm 3.16);
“sabendo primeiramente isso: que nenhuma profecia da Escritura é de particular interpretação;porque a profecia nunca foi produzida por vontade de homem algum, mas os homens santos de Deus falaram inspirados pelo Espírito Santo.” (2Pe 1.20,21),
aprofundará nosso amor à verdade da Palavra de Deus:
“Mas, quando vier aquele Espírito da verdade, ele vos guiará em toda a verdade, porque não falará de si mesmo, mas dirá tudo o que tiver ouvido e vos anunciará o que há de vir.” (Jo 16.13)
“E perseveravam na doutrina dos apóstolos, e na comunhão, e no partir do pão, e nas orações... Porque Moisés disse: O Senhor vosso Deus, levantará dentre vossos irmãos um profeta semelhante a mim; a ele ouvireis em tudo quanto vos disser.” (At 2.42; 3.22);
“Nós somos de Deus; aquele que conhece a Deus ouve-nos; aquele que não é de Deus não nos ouve. Nisto conhecemos nós o espírito da verdade e o espírito do erro” (1Jo 4.6).
por outro lado, qualquer suposto batismo no Espírito que diminui nosso interesse em ler a Palavra de Deus e cumpri-la, não provém de Deus.
(BEP)
Provém de quem esse desinteresse pela Palavra de Deus?

4 comentários:

Newton Carpintero, pr. disse...

Prezamado Labaredas de Fogo,

A paz do Senhor!

Meu agradou muito esta sua postagem. Uma excelente refer"encia para se analisar e meditar sobre o que ocorre à nossa volta.

O Senhor seja contigo!

pr. Newton Carpintero
www.pastornewton.com
Contra a Falácia da Prosperidade!

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

Pr Newton o Prezamado!

A Paz do Senhor!

O Povo de Deus precisa ler mais a Bíblia, grandes porções diárias.

Buscar compreender as principais doutrinas, como a da Salvação, e outras, para não caírem presos a esses "lobos devoradores" que infestam a grande maioria de nossas "igrejas"

Que o Senhor seja contigo também!

Por uma verdadeira prosperidade!

Georges disse...

Ainda quando era adolescente (lá vai tempo...) aprendi que o batismo no, do ou com o Espírito Santo tem algumas outras conseqüências que não se vê mais hoje em dia: (1) santificação; (2) amor às almas perdidas, e desejo de evangelização/missões; (3) desejo ardente pela volta de Jesus. Usando a mesma pergunta das Labaredas... vemos isso hoje em dia nas "Igrejas"??? Doa a quem doer...

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

Georges, exatamente!Podemos ainda citar o amor pelos demais seguidores de Cristo, o abandono ao pecado e a completa obediência a Cristo; maior desejo e poder para testemunhar da obra redentora do Senhor Jesus Cristo; repúdio às diversões pecaminosas e prazeres ímpios; tornar mais real a obra, a direção e a presença do Espírito Santo em nossa vida diária entre outras coisas.

A minha intenção é fazer ainda mais duas postagens sobre esse tema. Essa crise que temos atravessado envolvendo os blogs apologéticos, que teve início a cinco messes atrás, após uma crítica minha em um blog, está me tirando o pouco tempo que tenho tido.

A segunda parte já está quase pronta, breve irei posta-la. E doa a quem doer...


obrigado pelo seu comentário ele é muito importante para mim!

Que o Senhor seja contigo