quinta-feira, 10 de junho de 2010

MICHAEL W SMITH NÃO É CRISTÃO?

Diante de tamanha produção, um alarme soou em minha mente e eu fui pesquisar “quem é realmente” Michael W Smith?

O melhor que encontrei foi uma transcrição feita no site “Jesus is Savior” de um artigo do excelente Dr. Terry Watkins (Dial The Truth Ministries); então trago aqui a primeira parte desse revelador artigo.



MICHAEL W SMITH NÃO É CRISTÃO!

por Terry Watkins
Inside Music, (jan / fev 91), descreve um concerto de Michael W. Smith, "Seus shows atraem centenas de milhares de fãs a cada ano, principalmente os adolescentes que gritam o seu afeto por ele, sem parar, por toda parte.

Para seus fãs, Smith é absoluto; maior que existe.”

A desculpa contínua dos roqueiros cristãos é que eles estão tentando alcançar os jovens com o evangelho de Jesus Cristo, utilizando o rock como uma ferramenta.

Aqui está o que um repórter secular no "The Birmingham News" escreveu depois de assistir a um concerto de Michael W. Smith:
"Se você não estavam familiarizados com Michael W. Smith no mundo da música cristã contemporânea, você pode assistir a um dos seus concertos e sair nem um pouco mais sábio." ( The Birmingham News , Feb. 12, 1993 p. 5c) (The Birmingham News, 12 de fevereiro, 1993 p. 5c
Não havia sequer o suficiente de Deus para o mundo; perdeu para o mesmo, assim sãos os chamados cristãos estrelas!
Que testemunho deplorável para um cristão!

Como você poderá atingir os jovens com o evangelho de Jesus Cristo, quando nem sequer podem dizer que você é um cristão!

Um cristão é suposto que seja:
peculiar (1 Pedro 2:9),
puro (1 Tm. 5:22),
limpo (2 Coríntios. 7:1),
santificado (1 Cor. 6:11),
separado (2 Coríntios. 6:17) e santo (1 Pedro 1:16).
Mas não de acordo com Michael:
"Você sempre vai ter aquelas pessoas muito, mas muito, conservadora. Dizem que você não pode fazer isso, você não pode fazer aquilo,... Você não pode beber, você não pode fumar;.. . É uma maneira bastante bizarra de pensar."
Michael W. Smith (The Birmingham News, Feb. 1993, p.1B)

Deus nos ajude! Que, rebelde e ímpia declaração!
Vários anos atrás, Michael W. Smith tentou, inspirado em Amy Grant a carreira no rock secular. Foi um fracasso total. Assim, Smith voltou aos dólares dos cristãos ingênuos! O quente agora, na Música Cristã Contemporânea, é álbuns de rock com louvor e adoração. Claro, Michael W. mith$ tem um quadril "wor $" do álbum. Eu ouvi cha-ching?


O culto ao oculto

A parte de trás do álbum “The Big Picture”, tem Michael W. Smith soletrado para trás (à direita). Um dos primeiros sinais de satanismo está em escrever para trás.


Aleister Crowley, o guru do satanismo moderno (e mentor de muitos grupos de rock) ensinava no seu manual de magia, "Magia em Teoria e Prática, para os ocultistas",
" ... Deixá-lo aprender a escrever para trás.
...Treinar-se para pensar para trás por meios externos,
como a seguir exposto aqui.
(A) Que ele aprender a escrever para trás. . . . .
(B) Que ele aprenda a andar para trás. . . . .
(B) Que ele aprenda a ouvir discos de vinil de trás para frente
(C) Que ele pratique o falar de trás para frente. . . . .
(D) Deixe-o aprender a ler de trás pra frente . . ."
(Crowley, Aleister. Magick: Liber ABA, o quarto livro, 1994 Ordo Templi Orientis ediiton, p. 639)

Uma coisa muito preocupante em "Michael W Smith". O "M" em Michael e "T" em Smith faz parte da Runic (runic significa segredo) alfabeto usado na feitiçaria e satanismo!
O Dicionário de cultos, seitas, religiões e ocultismo, fala da runa : " Do räumen palavra em alemão, significa "segredo" ou "mistério"... Para a bruxaria é uma runa, um canto mágico. Existem várias rune alfabetos utilizados pelos grupos ocultistas ".. (Mather, George A. e Larry Nichols, O Dicionário de cultos, seitas, religiões e do ocultismo, p. 235)

Autor e pesquisador de símbolos ocultista, Dra. Cathy Burns, ficou tão alarmado com W. Smith 's Michael usar as runas em seu álbum "Big Picture", que escreveu a Smith solicitando uma explicação. Aqui está sua resposta:
"Ele negou que o disco continha caracteres rúnicos, mas ele me disse que se eu quisesse saber mais sobre as runas que eu deveria verificar fora da minha biblioteca para obter mais informações! Ele não pode ser totalmente favorável ao runas, mas ele certamente não tentou me avisar que as runas eram símbolos do ocultismo. "(Dra. Cathy Burns, Masonic and Occult Symbols Illustrated, p. 288)

No livro, Web of Darkness, o ex-satanista Sean Sellers diz, "Runas são as mais antigas formas de conhecimento oculto e da magia... Seu uso define uma pessoa contra Deus." (Sean Sellers, Web of Darkness , p. 72) (Sean Sellers, Web of Darkness, p. 72)

É ESTE UM CRISTÃO?

O álbum "Michael W. Smith Natal" tem a mais bizarra capa que eu já vi.
Michael W. Smith está simplesmente de pé em uma cadeira, em uma posição estranha. O que ele está fazendo?

Durante uma apresentação de slides em Rock Cristão, eu exibi “Natal” capa do álbum de Smith e disse "o que uma capa bizarra dessa queria dizer? Eu não tinha idéia do que Smith estava fazendo!

Após a apresentação, um homem veio para a frente e me disse que Michael era " runing. "Ele estava se formando a Rúnico" T "e na parte inferior da cadeira (que é fechado em vermelho) está se formando a Rúnico" M "!
É claro que ocorrem! Inacreditável!


Leia também:

O DIABO É O PAI DO ROCK! 2

O DIABO É O PAI DO ROCK!

HERMES FERNANDES DO GENIZAH e a música do LED ZEPPELIN:Uma Adoração a Lúcifer na Forma do "deus" Grego Pã?

O DIABO É O PAI DO ROCK 3 - It's Only Rock'n Roll... Mas mata!

Rock Religioso - A Música do Diabo na Igreja!! - 3

Rock Religioso - A Música do Diabo na Igreja!! - 2

Rock Religioso - A Música do Diabo na Igreja!! - 1

 

 

 

 

 

 

18 comentários:

Anônimo disse...

Michael Smith é the best todas as igrejas cantam suas canções em versões, isso é o que importa, não essas bobeirinhas sem fundamento bíblico.

Newton Carpintero, pr. e servo disse...

Prezamado paulo Machado,

A paz do Senhor!

A bem da verdade, sabemos que esta onda expiritual de rock e outras baladas dentro da igreja é a maior vergonha para o evangelho.

Existe uma turma de preconceituosos contra a o nosso pré...conceito. Este firmado na certeza que o que aconetece com estes preconceituosos e defensores da mentira, não irão abalar os corações dos que sentem o puro desejo em realmente adorar ao Senhor dos Exércitos.

Siga em frente nesta sua denuncia. Precisamos ao menos alertar aos enganados, mesmo que aborreça aos enganadores.

O Senhor seja contigo, meu nobre amigo!

O menor de todos.

Anônimo disse...

Concordo plenamente com esse comentário... Basta avaliar os resultados que o ministério do Michael já produziu e continua produzindo: abortos foram evitados, suicídios foram evitados, pessoas liberaram perdão que estavam retendo, Deus é SEMPRE adorado em seus concertos, pessoas se encontraram com Jesus e foram salvas ouvindo suas músicas... isso é satânico?????

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

Anônimo one

Sim, ele é o melhor para a maioria das igreja, mas não para todas. Ainda existe um remanescente fiel “à fé de nossos pais”, que não aderiu a esse “cristianismo híbrido” que traz um grande público para essas igrejas atrás somente de diversão. Por isso é que elas cantam tanto as versões de suas canções.

Esses, “crentes” a esse cristianismo apostata; pessoas que não nasceram de novo e que pensam que conhecem, mas não conhecem a Deus e nem À Sua Palavra! Para esses, realmente, Michael Smith é o melhor. Eles só estão interessados no entretenimento. Veja o que o próprio Michael falou sobre seu público e sobre o seu “chamado”:
“As pessoas que vêm aos concertos estão prontas para ouvir o Rock. Elas vêm e querem ter bons momentos. Alguém precisa vir e pregar para elas, pedir que façam uma decisão no final, mas eu não tenho essa vocação. A moçada que vejo quer apenas se divertir”

Pelo menos o Michael foi mais honesto do que vocês; essa é uma boa definição de um “rockeiro” e que ele assume que é somente para isso que ele está nessa: "só por diversão!" e grana! é claro.

Me perdoe, mas você demonstra que conhece muito pouco a Bíblia. Fica até difícil escolher, dentre a grande quantidade de ensinos que encontramos na Palavra de Deus, alguns para lhe ajudar.

Meu conselho é que você não perca seu tempo com coisas vã; mais invista-o na leitura da Bíblia.

Que Deus lhe abençoe!

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

Amado pastor Newton, A Paz do Senhor!

Exatamente o que eles não conseguem entender são as conseqüências espirituais em trazer um estilo imbuído de uma filosofia tão tenebrosa para dentro da igreja.

Por não colocarem os conceitos bíblicos em suas mentes e corações é que são tão facilmente enganados. O momento do louvor é o segundo mais importante diante de Deus; para isso fomos criados! O primeiro em importância é a obediência a Ele!

Não penso como o Michael que diz que não tem vocação para falar de Jesus; penso que “tudo que tiver fôlego louve ao Senhor”; louvar ao Senhor não é somente cantar canções, que até na maioria das vezes, como no caso dele, nem falam o nome de Jesus, ou falam pouco; mas sim falar de quem é Jesus, falar da sua grandeza e autosuficiência para vidas tão carentes como as que estão sempre em seus shows

Sigamos adorando-o em espírito e em verdade!

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

Amado pastor Newton, A Paz do Senhor!

Exatamente o que eles não conseguem entender são as conseqüências espirituais em trazer um estilo imbuído de uma filosofia tão tenebrosa para dentro da igreja.

Por não colocarem os conceitos bíblicos em suas mentes e corações é que são tão facilmente enganados. O momento do louvor é o segundo mais importante diante de Deus; para isso fomos criados! O primeiro em importância é a obediência a Ele!

Não penso como o Michael que diz que não tem vocação para falar de Jesus; penso que “tudo que tiver fôlego louve ao Senhor”; louvar ao Senhor não é somente cantar canções, que até na maioria das vezes, como no caso dele, nem falam o nome de Jesus, ou falam pouco; mas sim falar de quem é Jesus, falar da sua grandeza e autosuficiência para vidas tão carentes como as que estão sempre em seus shows

Sigamos adorando-o em espírito e em verdade!

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

Segundo anônimo, A Paz do Senhor!

Interessante seu comentário; TENHO QUE CONFESAR! Pela primeira vez eu vejo a deficiência do “comentário anônimo”. A curiosidade está me matando!

Quem é você? Tens aquele aparelho, que apareceu um dia desses, que mede a unção? ou esta ganhando dinheiro com o Michael?

Mas não é só esse aparelho, tens também “Bola de Cristal” ou foi revelação de “deus”´. Você diz: “abortos foram evitados, suicídios evitados, pessoas liberaram perdão e foram salvas ouvindo suas músicas... isso é satânico?”.

O Dr. Terry, autor dessa matéria não disse isso, como você quer parecer que disse.O que ele fez foi demonstrar o lado oculto que você se nega a reconhecer. Porque você age assim?

Como você pode afirmar, que tudo isso foi em nome de Jesus? Como você pode ter certeza que não pode ter sido um “obreiro fraudulento” que está transfigurado? Não estou afirmando que Jesus não possa se manifestar nesses lugares; mas sim, como ter essa certeza?

“Porque tais falsos apóstolos são obreiros fraudulentos, transfigurando-se em apóstolos de Cristo. E não é maravilha, porque o próprio Satanás se transfigura em anjo de luz. Não é muito, pois, que os seus ministros se transfigurem em ministros da justiça; o fim dos quais será conforme as suas obras” (2 C0 11.13-15)

Portanto, não podemos fazer a afirmação de que, o que tem ocorrido através do “ministério”, eu prefiro “carreira”, do Mihael W Smith seja obra de Deus sem usarmos os critérios, em relação a tudo isso, colocados na Palavra de Deus.

Portanto você deveria começar por aqui: “Abstende-vos de toda aparência do mal” e seguir aqui, “E que concórdia há entre Cristo e Belial? Ou que parte tem o fiel com o infiel? E que consenso tem o templo de Deus com os ídolos?”

Você continua: “Deus é sempre adorado em seus concertos”.

Agora vejamos como o nome do nosso Deus está longe de ser encontrado nos concertos do Michael W Smith:

W. Smith's Michael álbum, Change Your World, tem 2.819 palavras – Jesus ocorre – ZERO!
W. Smith's Michael álbum, Michael, tem 2046 palavras – Jesus ocorre – ZERO!

Talvez Jesus não seja o Deus invocado por Michael em seus concertos! afinal ele mesmo confessa que não tem vocação para falar de Jesus!

Camila Costa disse...

Concordo que infelizmente muitas coisas do mundo estão sendo levadas sorrateiramente para dentro da casa de Deus, mas sinceramente, acho que existem um milhão de coisas mais importantes do que ficar julgando, afinal na minha bíblia diz não julgue, o que está fazendo é julgá-lo, vc tbm não pd afirmar q ele não é cristão, talvez se nos preocupassemos em falar do amor de Cristo ao invés dos "problemas" q a igreja está passando, ganhariamos muito mais almas pra Cristo. De que adianta pegarmos um ritmo do qual vc julgue apropriado para adorar a Deus e o cantarmos de qualquer forma, ser um adorador não é cantar um ritmo, é uma forma de vida, eu adoro a Deus msm sem som nenhum, apenas com gemidos se necessário, apenas com palmas, ou com o som de uma guitarra solando, da mesma forma adoro Deus.

Sei que disse que não queria opiniões pessoais, etc...queria base bíblica, mas acho q a forma com que colocamos as coisas contam muito tbm, foi como levar um tapa na cara ler este artigo. E acho q msm pra se apontar um "erro", precisamos fazê-lo no amor de Cristo.

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

Camila Costa A Paz do Senhor!
(pegue sua Bíblia para melhor proveito seu)

“Não julgueis , para que não sejais julgados” (Mt 7.1)

Jesus condena o hábito de criticar os outros, sendo nós mesmos faltosos. O crente deve primeiramente submeter-se ao justo padrão de Deus, antes de pensar em examinar e influenciar a conduta de outros cristãos. (veja os versos 3 ao 5)

Cristo não está aqui abolindo a necessidade do exercício do discernimento e de fazermos avaliação dos pecados dos outros. O crente é ordenado a identificar falsos ministros dentro da igreja (verso 15) e avaliar o caráter de certas pessoas (verso 6)

“Não julgueis conforme a aparência, mas julgai segundo a reta justiça.” (Jo 7. 24)

“Porque que tenho eu em julgar também os que estão de fora? Não julgais vós os que estão dentro? Mas Deus julga os que estão de fora. Tirai, pois, dentre vós a esse iníquo.” (1 Co 5.12,13)

“Mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios” (1 Tm 4.1)

Mt 7.1 não deve servir de desculpa para a omissão do exercício da disciplina eclesiástica.

Apesar de não ter sido eu que escrevi o texto, assumo a responsabilidade respondendo-a quanto a afirmação de que Michael não é cristão. O nosso instrumento para avaliação é a Bíblia. Somente ela é que pode condenar ou absolver. Não podemos julgar por simpatia, beleza, inteligência, qualidade musical ou outra qualquer atributo humano.

“Mas a hora vem, e agora é, em que os verdadeiros adoradores adorarão o pai em espírito e em verdade, porque o Pai procura a tais que assim o adorem. Deus é Espírito, e importa que os que o adoram o adorem em espírito e em verdade.” (Jo 4.23,24)

Em espírito, indica o nível em que ocorre a adoração verdadeira. Devemos comparecer diante de Deus com total sinceridade e num espírito ou disposição de ânimo, dirigida pela vida e atividade do Espírito Santo. A verdade é uma característica de Deus, encarnada em Jesus Cristo, intrínseca no Espírito Santo.

Por isso, a adoração deve ser prestada de conformidade com a verdade do pai que se revela no filho e se recebe mediante o Espírito (não como achamos). Aqueles que propõem um tipo de adoração que ignora a verdade e as doutrinas e as doutrinas da Palavra de Deus desprezam no seu todo o único alicerce da verdadeira adoração!

A forma que conta para o verdadeiro cristão é conforme A Palavra de Deus!

“Filho meu, não despreze a correção do Senhor e não desmaies quando, por ele, fores repreendido; porque o Senhor corrige o que ama e açoita a qualquer que recebe por filho. Se suportais a correção, Deus vos trata como filhos; porque que filho há a quem o pai não corrija? Mas, se estais sem disciplina, da qual todos são feitos participantes, sois, então, bastardos e não filhos.”

Esse é O Amor de Jesus o verdadeiro Cristo!

Camila Costa disse...

Assim diz o SENHOR, o teu Redentor, o Santo de Israel: Eu sou o SENHOR teu Deus, que te ensina o que é útil, e te guia pelo caminho em que deves andar.
Isaías 48:17

Deveria buscar do Senhor aprender o que é útil e não ficar apontando os outros, e não me diga que é correto o que faz, pois usa de declarações vãs para alegar que este homem não é cristão.

Se alguém quiser fazer a vontade dele, pela mesma doutrina conhecerá se ela é de Deus, ou se eu falo de mim mesmo.
João 7:17

As coisas que vc fala não expressam a verdade bíblica, nem tão pouco a vontade do Senhor, só o que expressa tanto vc, como responsável, como o real autor do texto, é a opinião particular de vcs, em certo momento vc colocou que não devemos julgar pelo estilo musical, mas é exatamente isso que vc, e o autor, fazem, começam já apontando o fato de ser rock o estilo usado. Coisa que tbm afirmam sem nenhum respaudo bíblico. Pra mim é como dizer q eu vou para o inferno por gostar de preto, alegando que no céu as coisas são claras e não escuras, e ao usar de trechos da bíblia para se justificar, usam passagens q afirmam ter luz no céu...onde está a ref bíblica para afirmar que rock é carnal??? E como pode afirmar que estou condenada ao inferno por ouvir rock gospel??? Sente-se deus agora, pra determinar que td a minha vida diante do altar do Senhor será desconsiderada devido um estilo musical, não importa o que eu declaro, o que importa é o ritmo em q declaro??? Na sua última postagem sobre o rock, sita inúmeros letras de rock que são demoniacas, e que estimulam o suicídio, mas vc já pegou as letras das músicas de rock gospel??? Já viu como são plenamente bíblicas, e de adoração ao Senhor, vc nega a autoria, a inspiração vinda do Espírito Santo, pq colocou-se uma melodia da qual vc não acha boa??? Se for pra falar de letras de músicas secundárias, não se é necessário falar de rock, tem várias letras que incentivam o suicídio, que fazem apologia ao demônio em tds os estilos encontrará isso. Agora se julga-se apto a questionar, generalizando que tds as músicas de rock gospel não são aceitas como adoração ao Senhor, então sinta-se responsável por questionar a autoria do Espírito Santo, pois não vejo como tais louvores, com letras tão profundas e em concordância com a palavra seriam inspiradas pelo demônio.

Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei.Gl 5:18

Porque pela graça que me é dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um.
Romanos 12:3

O temor do SENHOR é a instrução da sabedoria, e precedendo a honra vai a humildade.
Provérbios 15:33

Em nenhum momento quero lhe ofender, pois o Senhor me ensina a amar a todos, mas irmão deveria buscar ser mais humilde nas suas colocações.

Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor,
Efésios 4:2

Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor. Gl 5:13

Não sou dona da vdd, nem digna de julgar ninguém, só Cristo é digno para isso, mas tenho humildade de reconhecer qd estou errada, e busco do Senhor para analisar certas coisas, não julgue que Deus não recebe a minha adoração, pois estaria se colocando na posição de deus, sei que Ele recebe o meu louvor, e sei que é na sinceridade da minha adoração que está a essencia que Deus busca e não no estilo que faço isso.

A Paz do Senhor Jesus Cristo esteja com tds nós.

Camila Costa disse...

Assim diz o SENHOR, o teu Redentor, o Santo de Israel: Eu sou o SENHOR teu Deus, que te ensina o que é útil, e te guia pelo caminho em que deves andar.
Isaías 48:17

Deveria buscar do Senhor aprender o que é útil e não ficar apontando os outros, e não me diga que é correto o que faz, pois usa de declarações vãs para alegar que este homem não é cristão.

Se alguém quiser fazer a vontade dele, pela mesma doutrina conhecerá se ela é de Deus, ou se eu falo de mim mesmo.
João 7:17

As coisas que vc fala não expressam a verdade bíblica, nem tão pouco a vontade do Senhor, só o que expressa tanto vc, como responsável, como o real autor do texto, é a opinião particular de vcs, em certo momento vc colocou que não devemos julgar pelo estilo musical, mas é exatamente isso que vc, e o autor, fazem, começam já apontando o fato de ser rock o estilo usado. Coisa que tbm afirmam sem nenhum respaudo bíblico. Pra mim é como dizer q eu vou para o inferno por gostar de preto, alegando que no céu as coisas são claras e não escuras, e ao usar de trechos da bíblia para se justificar, usam passagens q afirmam ter luz no céu...onde está a ref bíblica para afirmar que rock é carnal??? E como pode afirmar que estou condenada ao inferno por ouvir rock gospel??? Sente-se deus agora, pra determinar que td a minha vida diante do altar do Senhor será desconsiderada devido um estilo musical, não importa o que eu declaro, o que importa é o ritmo em q declaro??? Na sua última postagem sobre o rock, sita inúmeros letras de rock que são demoniacas, e que estimulam o suicídio, mas vc já pegou as letras das músicas de rock gospel??? Já viu como são plenamente bíblicas, e de adoração ao Senhor, vc nega a autoria, a inspiração vinda do Espírito Santo, pq colocou-se uma melodia da qual vc não acha boa??? Se for pra falar de letras de músicas secundárias, não se é necessário falar de rock, tem várias letras que incentivam o suicídio, que fazem apologia ao demônio em tds os estilos encontrará isso. Agora se julga-se apto a questionar, generalizando que tds as músicas de rock gospel não são aceitas como adoração ao Senhor, então sinta-se responsável por questionar a autoria do Espírito Santo, pois não vejo como tais louvores, com letras tão profundas e em concordância com a palavra seriam inspiradas pelo demônio.

Mas, se sois guiados pelo Espírito, não estais debaixo da lei.Gl 5:18

Porque pela graça que me é dada, digo a cada um dentre vós que não pense de si mesmo além do que convém; antes, pense com moderação, conforme a medida da fé que Deus repartiu a cada um.
Romanos 12:3

O temor do SENHOR é a instrução da sabedoria, e precedendo a honra vai a humildade.
Provérbios 15:33

Em nenhum momento quero lhe ofender, pois o Senhor me ensina a amar a todos, mas irmão deveria buscar ser mais humilde nas suas colocações.

Com toda a humildade e mansidão, com longanimidade, suportando-vos uns aos outros em amor,
Efésios 4:2

Porque vós, irmãos, fostes chamados à liberdade. Não useis então da liberdade para dar ocasião à carne, mas servi-vos uns aos outros pelo amor. Gl 5:13

Não sou dona da vdd, nem digna de julgar ninguém, só Cristo é digno para isso, mas tenho humildade de reconhecer qd estou errada, e busco do Senhor para analisar certas coisas, não julgue que Deus não recebe a minha adoração, pois estaria se colocando na posição de deus, sei que Ele recebe o meu louvor, e sei que é na sinceridade da minha adoração que está a essencia que Deus busca e não no estilo que faço isso.

A Paz do Senhor Jesus Cristo esteja com tds nós.

Anônimo disse...

O michael W Smith é o anti- cristo... kkkkkkk quanto blá blá blá! suas músicas inspiram jovens , crianças e adultos á Deus! nem tudo gira em torno do diabo nesse mundo minha gente! Há quem diz que Silas Malafaia é maçon.... e ai? o que ele prega tem levado ás pessoas á quem? do fruto se conhece a árvore e vice-versa, o resto é especulação!

Alan Capriles disse...

Graça e paz!

Um artigo intrigante. Confesso que estou surpreso com esses fatos relativos ao Michael W.Smith. Digo "fatos" apenas em relação ao que pode ser provado, pois nenhum deles significa necessariamente que exista intenção diabólica. Concluir que o Michael é satanista já é ir longe demais, pois não há prova alguma disso.

A letra usada para escrever seu nome no álbum, por exemplo, é mesmo baseada no estilo rúnico. Mas a questão é: será que a pessoa que escolheu o tipo de fonte (que não deve ter sido o Michael) sabia do paralelo deste tipo de letra com o satanismo? Digo isso porque existem milhares de fontes diferentes e a verdade é que nós não sabemos a inspiração delas. E usamos assim mesmo, em cartazes, textos, etc.

Quanto à omissão do nome Jesus, é mesmo lamentável. Por exemplo, a música "Perto quero estar..." tão cantada em nossas igrejas, termina dizendo "adorarei somente a Ti Jesus", mas no original inglês não há menção nenhuma em adorar ao Senhor e também não aparece o nome Jesus. Porém, o mesmo ocorre com muitos outros cantores evangélicos nacionais.

E, por falar em música, aproveito para fazer uma crítica aos louvores gospel, que só falam em vitória, prosperidade e cura. Raramente alguém compõe algo espiritual, que trate de arrependimento e conversão. E, nesse sentido, o que adianta ter o nome Jesus na música, mas a sua letra exaltar "o que Deus pode fazer pelo homem" e não o que o homem deve fazer para Deus?

Voltando a questão do Michael, claro que investigarei melhor, mas preciso acrescentar que ouço suas canções quase diariamente e que me inspiram a meditar em Deus e adorá-lo.

Mas valeu pelo alerta!

Um forte abraço, na paz do Senhor Jesus!

Abimael Jr disse...

Paz do Senhor
Li por acaso este artigo e achei interessante e curioso.
Não posso me classificar como um grande incentivador de M.Smith, mas creio que devemos ser cuidadosos, como está em um dos comentários. MAS também penso que não devemos acreditar em tudo que nos é apresentado, seja que M.Smith é um completo adorador , seja que ele é satanista , simplesmente porque não podemos enxergar os corações das pessoas. Confesso que acho no mínimo curioso as letras utilizadas nos álbuns, mas para dizermos que ele é um seguidor de satã, acho que isto é outra coisa. Como foi mencionado aqui, muitos usam as músicas de M.Smith para cantar louvores a Deus e glorificar seu nome e, penso , seja exatamente isto que importa.
Quanto ao ritmo do rock, eu particularmente não gosto muito, mas também não posso criticá-los abertamente porque são um ritmo moderno . Muitos de nossos hinários foram compostos por ritmos que eram "modernos" na sua época, inclusive um deles é baseado no hino da Inglaterra - God save the King . Outros tem um ritmo de valsa (compasso 3 por 2). Então na verdade, estes ritmos eram modernos em suas épocas.
Eu penso que uma das diferenças grandes entre as músicas ditas "modernas" ou atuais com os hinos antigos estão em : as músicas atuais falam pouco do sangue e sacrifício de Cristo e também não mencionam que Ele um dia voltará.
Agora, o coração de cada um quem sonda é Deus.
Certa feita conversei com um fotógrafo que acompanhava um grupo de rock gospel nos EUA. Ele comentou comigo que realmente liam a Bíblia e procuravam orar e comportavam-se como cristãos. Ora, provavelmente se eu visse "os caras" talvez pudesse pensar que eles não são cristãos verdadeiros, mas ele conviveu com eles e viu que eram.
Creio que o melhor é pensarmos que "pelo fruto conhecereis" . Deixemos os frutos falarem por eles.
Grande abraço, em Cristo

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

Abimael, A Paz do Senhor!

Antes de tudo, quero lhe agradecer pelo seu comentário, muito pertinente, que vem enriquecer esse espaço. Você tem toda razão; devemos ser cuidosos e não acreditar em tudo. Não creio que o Michael seja um satanista, e o artigo também não diz isso. Apenas mostra o uso de símbolos usados por grupos satânicos. Não sei se por modismo ou por qual motivo que seja esse uso, mas penso que isto é completamente incompatível com a posição de um adorador de Jesus que o adore verdadeiramente em espírito e em verdade.

Pela Palavra de Deus podemos avaliar qualquer crente em qualquer posição! Há orientações para todos os tipos de conduta e esse padrão é muito exclusivo, não permitindo dualidade como no caso do Michael Smith. Não é o meu julgamento que conta, mas sim pelo que está escrito. Entende?

Em relação aos ritmos vejo uma grande diferença entre eles, tomemos o exemplo citado por você: a valsa; o ambiente onde se pratica, o jeito de dançar, e todas as suas características e o rock com o seu ambiente. Seu jeito de dançar, suas letras, na maioria extremamente provocante à carne, e até muitas de adoração a satanás. É baseado nisso; o rock não é só um ritmo musical ele é todo um comportamento pervertido.

Também creio que existam grupos de rock cristãos que leiam a bíblia e que procurem orar e comportem-se como cristãos. Devem ser poucos, mais creio. Esses, com certeza, não usam roupas comum aos roqueiros; provocantes, sensuais. Não podemos julgar pela aparência; como já citei, devemos usar a Palavra de Deus para avaliarmos esses “artistas”. A Bíblia nos fornece todos os meios necessários para isso.

Para terminar, Jesus disse que falsos crentes viriam pregando a verdade, realizando grandes milagres, expulsariam demônios, fariam muitas maravilhas, mas mesmo assim, Ele lhes diria: “Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade”

Anônimo disse...

Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meu caminho.
Salmos 119:105
sou um abençoado por saber que ainda existe cristao de coragem!
permanece na fé meu irmão.e que Deus te abençoe grandemente.

Marlon Dias disse...

A paz do Senhor.

Caro irmão, creio que sua preucupação é válida quanto a averiguar a honestidade de um cantor gospel. Entretanto temos de tomar cuidado com exageros quanto a forma.

Julgar alguém por uma imagem, por um estilo musical, uma citação em um livro é temerário. O ser humano é mais que isso. Um comentário, as vezes fora do contexto, pode trazer interpretações errôneas.

Considerando que o Michael tenha falado isso mesmo, que "A moçada que vejo quer apenas se divertir". Isso também é um chamariz para a mensagem do evangelho.

Lembre-se disso: as multidões não iam ver Jesus por que relmente almejam por Deus. Muitos vinha por curiosidade, outros pela cura, ou pela libertação espiritual. Mais enquanto buscavam o material Ele lhes apresentava o Reino dos Céus.

Mesmo Jesus foi mal interpretado e visto com desconfiança pelos religiosos de sua época em diversas situações, como:
* quando pregava no sábado;
* curava pessoas não israelitas;
* quando demonstrava atos de amor pelos excluidos; etc.

Felizmente deixou-nos uma medida para avaliar pessoas.

"Mateus 7:16
16 - Por seus frutos os conhecereis. Porventura colhem-se uvas dos espinheiros, ou figos dos abrolhos?

Se quizer-mos saber se alguém é cristão verdadeiramente, são pelas suas obras.

Creio que Deus tem impactado muitas vidas através do talento de Michael W. Smith, alcançando inclusive um público fora do círculo cristão . Esse é o seu ministério.

Deus age de diferenes formas.

Aliás, nem todos são chamados para serem pastores, ou mestre, ou evangelistas.

O fato de receber salário por seu trabalhos - cd's, DVD'S - não o desqualifica como comunicante do evangelho. Aqueles que vivem deste, devem receber paga por sua labuta. É claro que há diferenças pecuniárias gritantes entre um cantor de sucesso e o ministro eclesiastico.

Mais isto não incomoda os ministros verdadeiros vocacionados por Deus, pois no céu receberão a sua justa paga, pela avaliação daquele que tudo vê, inclusive as intenções do coração.

Continue seu trabalho, no ministério que Deus lhe deu. Seguindo o conselho de Paulo que diz: "A vossa palavra seja sempre agradável, temperada com sal, para que saibais como vos convém responder a cada um." (Col. 4:6)

Warlen Gonçalves Pereira disse...

Concordo plenamente com você irmão Antônio esses caras ficam manipulando fotos coisinhas
Ao cara que publicou isso
Dobre seus joelhos no chão vai jejuar vai orar antes de levantar falsas acusações a um que por meio de Jesus Cristo libertou milhões por intermédio de Jesus Cristo milhões não cometeram suicídio,,,e você meu caro quantos milhões você por intermédio de Jesus libertou?