quinta-feira, 19 de novembro de 2009

TEÓFHILO NOTURNO COMBATE OS PENTECOSTAIS? Está Ele Contra O Reino de Deus?


A Blasfêmia dos fariseus

“E, chamando os seus doze discípulos, deu-lhes poder sobre os espíritos imundos, para os expulsarem, e para curarem toda a enfermidade e todo o mal... E, indo, pregai, dizendo: É chegado o reino dos céus” (Mt 10.1,7)
Jesus dá poder aos seus discípulos para lutar contra o reino de Satanás e dizer àqueles que forem liberto desse reino que: “é chegado o reino dos céus”

"Trouxeram-lhe, então, um endemoniado cego e mudo; e, de tal modo o curou, que o cego e mudo falava e via. E toda a multidäo se admirava e dizia: Näo é este o Filho de Davi? Mas os fariseus, ouvindo isto, diziam: Este näo expulsa os demónios senäo por Belzebu, príncipe dos demónios. Jesus, porém, conhecendo os seus pensamentos, disse-lhes: Todo o reino dividido contra si mesmo é devastado; e toda a cidade, ou casa, dividida contra si mesma näo subsistirá. E, se Satanás expulsa a Satanás, está dividido contra si mesmo; como subsistirá, pois, o seu reino? E, se eu expulso os demónios por Belzebu, por quem os expulsam entäo vossos filhos? Portanto, eles mesmos seräo os vossos juízes. Mas, se eu expulso os demónios pelo Espírito de Deus, logo é chegado a vós o reino de Deus. Ou, como pode alguém entrar em casa do homem valente, e furtar os seus bens, se primeiro näo maniatar o valente, saqueando entäo a sua casa? Quem näo é comigo é contra mim; e quem comigo näo ajunta, espalha. Portanto, eu vos digo: Todo o pecado e blasfêmia se perdoará aos homens; mas a blasfêmia contra o Espírito näo será perdoada aos homens. E, se qualquer disser alguma palavra contra o Filho do homem, ser-lhe-á perdoado; mas, se alguém falar contra o Espírito Santo, näo lhe será perdoado, nem neste século nem no futuro” (Mt 12.22-32)

Nesse texto, podemos aprender sobre o poder das trevas e a natureza do reino de Deus. A relação que há no avanço do reino de Deus com a libertação do homem da escravidão do pecado e do demonismo. Que, desde o início, essas manifestações do reino de Deus seriam confundidas com as obras do diabo. Como devemos lutar contra satanás e seus demônios e uma séria advertência de Jesus contra o terrível perigo da blasfêmia contra o Espírito Santo!



"Mas, se eu expulso os demônios pelo dedo de Deus, certamente a vós é chegado o reino de Deus. Quando o valente guarda, armado, a sua casa, em segurança está tudo quanto tem; Mas, sobrevindo outro mais valente do que ele, e vencendo-o, tira-lhe toda a sua armadura em que confiava, e reparte os seus despojos. Quem näo é comigo é contra mim; e quem comigo näo ajunta, espalha”. (Lc 11.20-23)
Jesus demonstra que com a chegada do reino de Deus, chega o poder e a autoridade sobre os demônios poderosos (valentes) pois, com a chegada de um “mais valente” (Jesus) podemos derrotá-los, desarmá-los e despoja-los! E que não existe possibilidade de neutralidade nessa batalha contra o poder das trevas! Ou atacamos os demônios com um poder maior ou conseqüentemente iremos nos colocar contra o próprio Jesus!

“E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terra. Portanto ide, fazei discípulos de todas as naçöes, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; Ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumaçäo dos séculos. Amém”. (Mt 28.18-20)
“A Grande Comissão de Evangelizar o Mundo:
Todo o poder;

todas as nações;

todas as coisas;

todos os tempos”

(S. E. McNair)

Depois de morto e ressuscitado Jesus diz que tem todo o poder no céu e na terra e que: “portanto” (nesse poder) ide, fazei discípulos de todas as nações; instruindo-os a “guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado”. Primeiro Jesus chama doze discípulos, dá-los poder sobre todo o mal e os envia; depois, da mesma maneira, setenta, e antes de subir Ele manda que se faça discípulos de todas as nações e por todas as épocas até a “consumação dos séculos”

“E disse-lhes: Ide por todo o mundo, pregai o evangelho a toda criatura. Quem crer e for batizado será salvo; mas quem näo crer será condenado. E estes sinais seguiräo aos que crerem: Em meu nome expulsaräo os demónios; falaräo novas línguas; Pegaräo nas serpentes; e, se beberem alguma coisa mortífera, näo lhes fará dano algum; e poräo as mäos sobre os enfermos, e os curaräo” (Mc 16.15-18)

Marcos confirma: “todo o mundo”; “e estes sinais”, confirmam a genuína mensagem do evangelho: que o reino de Deus chegou à terra com poder! Confirma ainda que os sinais não são apenas para alguns crentes mas, para todos, “que crerem”. Com a pregação do Evangelho do Reino, iremos libertar o povo da escravidão do pecado: “Mas buscai primeiro o Reino de Deus, e a sua justiça...”

“Que disseste pela boca de Davi, teu servo: Por que bramaram os gentios, e os povos pensaram coisas väs? Levantaram-se os reis da terra, E os príncipes se ajuntaram à uma, Contra o Senhor e contra o seu Ungido. Porque verdadeiramente contra o teu santo Filho Jesus, que tu ungiste, se ajuntaram, näo só Herodes, mas Póncio Pilatos, com os gentios e os povos de Israel; Para fazerem tudo o que a tua mäo e o teu conselho tinham anteriormente determinado que se havia de fazer. Agora, pois, ó Senhor, olha para as suas ameaças, e concede aos teus servos que falem com toda a ousadia a tua palavra; Enquanto estendes a tua mäo para curar, e para que se façam sinais e prodígios pelo nome de teu santo Filho Jesus. E, tendo orado, moveu-se o lugar em que estavam reunidos; e todos foram cheios do Espírito Santo, e anunciavam com ousadia a palavra de Deus” (At 4.25-31)

“Acerca dos dons espirituais, näo quero, irmäos, que sejais ignorantes. Vós bem sabeis que éreis gentios, levados aos ídolos mudos, conforme éreis guiados. Portanto, vos quero fazer compreender que ninguém que fala pelo Espírito de Deus diz: Jesus é anátema, e ninguém pode dizer que Jesus é o Senhor, senäo pelo Espírito Santo. Ora, há diversidade de dons, mas o Espírito é o mesmo. E há diversidade de ministérios, mas o Senhor é o mesmo. E há diversidade de operaçöes, mas é o mesmo Deus que opera tudo em todos. Mas a manifestaçäo do Espírito é dada a cada um, para o que for útil. Porque a um pelo Espírito é dada a palavra da sabedoria; e a outro, pelo mesmo Espírito, a palavra da ciência; E a outro, pelo mesmo Espírito, a fé; e a outro, pelo mesmo Espírito, os dons de curar; E a outro a operaçäo de maravilhas; e a outro a profecia; e a outro o dom de discernir os espíritos; e a outro a variedade de línguas; e a outro a interpretaçäo das línguas. Mas um só e o mesmo Espírito opera todas estas coisas, repartindo particularmente a cada um como quer. (1Co 12.1-11)


Devemos aceitar os ensinos de cessacionalistas de que somente o reino de Satanás esta ativo com o poder dos demônios operando na vida das criaturas de Deus ?

Devemos aceitar esse ensino que determina a suspensão temporária da manifestação de todo o poder do Reino de Deus? Entregando-nos sem defesa ao poder de Satanás; às obras do diabo?
Sei que o mundo jaz no malígno mas, sob o Reino de Deus! Todas as obras do diabo farão cumprir toda A Palavra de Deus!



“Quem näo é comigo é contra mim; e quem comigo näo ajunta, espalha”. (Lc 11.23)

2 comentários:

REV. PAULO SERGIO DA SILVA disse...

Graça e paz irmão. Obrigado por suas visitas e comentários no SDG. Lembro que em uma de nossas conversas o irmão me falou do site Espada do Espírito... Esse post http://www.espada.eti.br/n1355.asp é da mesma procedência? É confiável? Quem é o dono desse site? Desde já grato, abraços.

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

REV. PAULO SERGIO DASILVA A Paz do Senhor!

Não há o que agradecer, meus comentários em seu blog é o meu simples testemunho de suas excelentes postagens. A minha vontade era de fazer um número muito maior de comentários mas, nem sempre, tenho confiança no sentido de que o que escreverei não poderá ofuscar o brilho do genuíno evangelho que tenho encontrado em muita das suas postagens. Aproveito para afirmar que, pela carência que encontramos em nosso meio, esse tipo de “fertilidade” é extremamente importante na blogsfera.

A referência que fiz ao site Espada do Espírito é como uma fonte de pesquisa bastante proveitosa donde eu pude extrair o material que provava com incontestável evidência a canalização de demônios na elaboração da música citada. Eu me vejo mais como um pesquisador do que como Teólogo. É certo que não podemos aprovar 100% do que encontramos em qualquer produção humana.

“Examinai tudo. Retende o bem”. É claro que aqui Paulo não estava incluindo as Escrituras.
Tomemos como exemplo essa citação de Martinho Lutero sobre os Judeus:
“Em primeiro lugar, suas sinagogas deveriam ser queimadas... Em segundo lugar, suas casas também deveriam ser demolidas e arrasadas... Em terceiro, seus livros de oração e Talmudes deveriam ser confiscados... Em quarto, os rabinos deveriam ser proibidos de ensinar, sob pena de morte... Em quinto lugar, os passaportes e privilégios de viagem deveriam ser absolutamente vetados aos judeus... Em sexto, eles deveriam ser proibidos de praticar a agiotagem [cobrança de juros extorsivos sobre empréstimos]... Em sétimo lugar, os judeus e judias jovens e fortes deveriam pôr a mão na debulhadeira, no machado, na enxada, na pá, na roca e no fuso para ganhar o seu pão no suor do seu rosto... Deveríamos banir os vis preguiçosos de nossa sociedade ... Portanto, fora com eles...Resumindo, caros príncipes e nobres que têm judeus em seus domínios, se este meu conselho não vos serve, encontrai solução melhor, para que vós e nós possamos nos ver livres dessa insuportável carga infernal – os judeus.”
Por essa citação podemos invalidar toda a obra de Lutero?
Reconheço que não estou capacitado para responder suas perguntas. Creio que as inúmeras fontes citadas, neste e em outras dezenas de matérias sobre esse mesmo assunto, sempre incluindo a parte documental, seja o melhor caminho. Pode ser que o sr., já tenha essa resposta, e queira despertar-me para algo que não conheço. Se for assim, peço humildemente que escreva algo sobre isso.

Desde já sou grato pela sua indagação e possível esclarecimento.