sexta-feira, 7 de outubro de 2011

Sobre os nossos dias Jesus disse: “E surgirão muitos falsos profetas e enganarão a muitos” - Grande parte do cristianismo se tornará apóstata!

A apostasia abre caminho para os ateus
A lealdade total à Palavra de Deus, bem como santidade bíblica, serão coisas raras. À medida que os últimos dias se aproximarem, surgirão muitos falsos mestres e pregadores entre o povo. Crentes professos aceitarão “novas revelações” MESMO QUE ELAS CONFLITEM COM A PALAVRA REVELADA DE DEUS. Isto motivará oposição à verdade bíblica na igreja. 
“Mas o Espírito expressamente diz que, nos últimos tempos, apostatarão alguns da fé, dando ouvidos a espíritos enganadores e a doutrinas de demônios” (1 Tm 4.1)
O Espírito Santo revelou explicitamente que haverá, nos últimos tempos, uma rebeldia organizada contra a fé pessoal em Jesus Cristo e a verdade bíblica. Aparecerão na igreja pastores de grande capacidade e poderosamente ungidos por Deus. Alguns realizarão grandes coisas por Deus, e pregarão a verdade do evangelho de modo eficaz, mas se afastarão da fé e paulatinamente se voltarão para espíritos enganadores e falsas doutrinas. Por causa da unção e do zelo por Deus que tinham antes, desviarão a muitas pessoas.

Muitos crentes se desviarão da fé porque deixarão de amar a verdade e de resistir às tendências pecaminosas dos últimos dias. Por isso, o evangelho liberal dos ministros e educadores modernistas encontrará pouca resistência em muitas igrejas.

A popularidade dos ensinos antibíblicos vem sobretudo pela ação de Satanás, conduzindo suas hostes numa oposição cerrada à obra de Deus. Por isso, a segunda vinda de Cristo será precedida de uma maior atividade de satanismo, espiritismo, ocultismo, possessão e engano demoníacos, no mundo e na igreja.

A proteção do crente contra tais enganos e ilusões consiste na lealdade total a Deus e à sua Palavra inspirada, e a conscientização de homens de grandes dons e unção espiritual podem enganar-se, e enganar os outros com sua mistura de verdade e falsidade. Essa conscientização deve estar aliada a um desejo sincero do crente de praticar a vontade de Deus.

Os crentes fieis não devem pensar que pelo fato da apostasia predominar dentro do cristianismo nesses últimos dias, não poderá ocorrer reavivamento autêntico, nem que o evangelismo segundo o padrão do Novo Testamento não será bem sucedido. Deus prometeu que nos “últimos dias” sal,vará tantos quanto invocarem o seu nome e que se separarem dessa geração perversa, e que Ele derramará sobre eles o seu Espírito Santo.

“Porque virá tempo em que não sofrerão a sã doutrina; mas tendo comichão nos ouvidos, amontoarão para si doutores conforme as suas próprias concupiscências” (2 Tm 4.3).

Homens pregando um EVANGELHO MISTO ocuparão posições estratégicas de liderança nas denominações e nas escolas teológicas

“Muitos me dirão naquele Dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E, em teu nome não expulsamos demônio? E, em teu nome, não fizemos muitas maravilhas?(Mt 7.22 ).

Nos versículos 22 e 23 Jesus declara enfaticamente que “muitos” que profetizam, pregam ou realizam milagres em seu nome estão enganados, pensando que são servos de Deus quando na realidade, Ele não os conhece. Para não ser enganado nos últimos dias, o dirigente de igreja, ou qualquer outro discípulo, deve apegar-se totalmente à verdade e à justiça revelada na Palavra de Deus, e não considerar o “sucesso ministerial” como padrão de avaliação no seu relacionamento com Cristo.

Em todas as partes do mundo, milhares de pessoas praticaram ocultismo, astrologia, feitiçaria, espiritismo e satanismo. a influência dos demônios e espíritos malignos multiplicar-se-á sobremaneira.

Para não ser enganado, cada crente deverá crescer em fé e amor para com Cristo, e ter como autoridade absoluta em sua vida a Palavra, CONHECENDO-A BEM NA SUA TOTALIDADE

“ Tem cuidado de ti mesmo e da doutrina; persevera nestas coisas; porque fazendo isto, te salvarás, tanto a ti mesmo quanto aos que te ouvem” ( 1 Tm 4.16).

Alguns deveres pastorais de Timóteo eram: viver uma vida santa, permanecer receptivo à operação e dons do espírito, ensinar a sã doutrina, guardar a fé e vigiar sua própria vida espiritual. Essas coisas eram essenciais à própria salvação (presente e futura) de Timóteo, e para aqueles a quem ele pastoreava.

(Edição feita a partir de comentários realizados em 1995 pelo missionário D. C. Stamps)

Passados 15 anos podemos afirmar que esse é o quadro das igrejas evangélicas. 

2 comentários:

Anselmo disse...

Labaredas.
Não sei se isso é local ou é algo que tem acontecido em todo canto.Aqui na cidade onde moro tem crescido assustadoramente o número de casos de pastores se envolvendo sexualmente com mulheres de sua própria comunidade.
Em um caso mais recente o Pr foi se queixar com um dos músicos que a tal moça também da área da música deu um fora nele, não queria mais.Só não sei se a recusa se deu por arrependimento ou porque o camarada não agradou.
Em fim, seja como for,sem dúvida esses são sinais claros da apostasia que jaz a porta.
Paz!
Tenha um ótimo final de semana.

"LABAREDAS DE FOGO" disse...

Pr. Anselmo, a paz do Senhor!

A quase 20 anos atrás eu ouvi de uma “asssociação”, nos EUA, que recrutava lindas mulheres para se passarem por viúvas, e infiltradas em igrejas avivadas acabavam, em um “gabinete pastoral”, seduzindo vários pastores. Soube que foi uma assolação!

Hoje, domingo, ouvi que um pastor evangélico engravidou uma ovelha que não era sua esposa. Nessa área, eu entendo e cuido, seguindo um ensino baseado em textos da Bíblia: resisti ao diabo e ele fugirá de vós. Mas a mulher estranha, foge dela, ou cairá. Não tente ficar e tentar resistir.

O apelo sexual passou por todos os limites e se massificou tanto que até nas igrejas o que era sensual nas roupas, no jeito de falar, a tempos atrás, hoje não é mais notado como tal. Então, de repente, aflora e aí “o bicho pega!”

Tem muitos que se descuidam, e pensam que se Davi; “um homem segundo o coração de Deus” pode cair, quem sou eu para resistir. Assim, desculpam o ceder a seus desejos carnais.